Agora são: .Horas e .Minutos - Bem vindo ao Blog Co Dependentes Emocionais **Deus Te abençõe e Te Guarde **

sábado, 24 de outubro de 2015

As dimensões da aprendizagem




Há muitas escolas que não passam de jacarés, devoram as crianças em nome do rigor,do ensino apertado de boa base, de preparo para o vestibular .É com essa propaganda  que elas convencem  os pais e cobram mais caro.

Mas e a infância ? E o dia que não se repetira mais ?

Durante muitos anos os educadores estavam interessados em discutir sobre a capacidade de aprendizagem  de aprendizagem do ser humano. Nesse sentido ainda escutamos alguns professores imprudentes dizerem: “esse aluno não aprende nada , por mais que eu fala , ele não aprende.

Hoje, as afirmações desse tipo são ultrapassadas, pois não restam duvidas sobre o potencial da aprendizagem. Todos são capazes de aprender .

Atualmente uma discussão pertinente entre os educadores não questiona se  “o aluno aprende ou não aprende” ou o quanto ele aprende”, mas esta voltada a questões mais amplas como: “De que modo podemos favorecer a aprendizagem” que ações pedagógicas adotaremos para facilitar a construção de conhecimentos.

Essa perspectiva qualitativa (e não quantitativa) do ato de aprender e de extrema relevância ao educador porque ele tem um papel de destaque nas descobertas e na aprendizagem de seus educandos.

O caráter “quantitativo” da  aprendizagem, amplamente difundido na escola convencional, é um equivoco na condução do processo educacional,como nos ilustra a afirmação de Albert Einstein. “Por vezes, vemos na escola simplesmente o instrumento para a transmissão de certa quantidade máxima de conhecimento para a geração em crescimento. Mas isto não e correto . o conhecimento e morto. A escola, no entanto seres vivos. (Einstein 1994.p.36)

Ao analisar essas considerações concluímos que o foco da educação atual de ser cada vez mais o processo e não o produto, porque o produto valoriza a quantidade e não contempla a qualidade da aprendizagem. Para efetivamente colaborarmos com a construção de saberes por parte de nossos alunos, e preciso conhecer as dimensões humanas envolvidas no processo de aprendizagem .

Os estudos na área da Psicologia e Psicopedagogia geraram novos conceitos sobre as dimensões da aprendizagem humana e fornecem dados importantes para qualificarmos as interações nos ambientes educacionais.lembramos, então as quatro dimensões envolvidas na aprendizagem .

A dimensão cognitiva e sem duvida a mais cultuada na educação. Ela esta relacionada com a forma racional e estruturada do conhecimento. Por décadas  os educadores só olharam  para esta dimensão da aprendizagem , e muitas vezes  confundiram-na com o próprio conteúdo das ações pedagógicas.

Sabemos que a cognição e fundamental a aprendizagem humana .No entanto  ela ai alem do conteúdo, frio, racional e estanque proposto em diversas salas de aula de nosso pais .

Uma visão mais atual e completa da dimensão cognitiva, abarca as  relações,as coordenações, e as ações  que o homem realiza em sua vida. Os domínios cognitivos englobam  as distinções, as operações, os comportamentos, os pensamentos e as reflexões. Por isso, a observação da cognição na pratica educativa deve incluir o domínio das ações.( o saber fazer).

A dimensão afetiva  da aprendizagem , a mais importante para a educação infantil . Ela e fundamental porque as emoções  perpassam todo o tipo de interação humana. Não possuímos um botão para ligar ou desligar nossas emoções – elas estão sempre presentes em nossas vidas.

Sendo a emoção intrínseca a qualquer ação humana, seja de forma direta ou indireta, a dimensão afetiva,permeia e estrutura as outras estruturas do nosso ser. Até mesmo a dimensão cognitiva é permeada pela afetividade. Devido a esses fatores precisamos valorizar a dimensão afetiva em todas as nossas ações pedagógicas, a fim de favorecer as relações interpessoais e interpessoais dos alunos. Enriquecer suas interações e consequentemente facilitar seus aprendizados.

A dimensão psicomotora abrange as relações corporais e motoras que o homem estabelece com o ambiente e com outros seres. É um aspecto fundamental durante a infância porque ate os seis  ou sete anos de idade, ela representa a principal via de expressão da criança. Se não valorizarmos a psicomotricidade, interferimos negativamente no desenvolvimento das outras dimensões humanas.

A valorização das dimensões psicomotora principalmente na infância potencializa a aprendizagem, o comportamento, a cognição e a afetividade. Sendo assim a Educação Infantil fundamenta-se em atividades psicomotoras e oferece as condições necessárias para que as outras dimensões possam progredir.

Nossa pratica escolar diária reflete esse conceito.Quase todas as ações que propomos as crianças envolvem o corpo, o movimento e a moricidade.

A dimensão de fé  e crenças não é menos importante para a aprendizagem. No entanto ela foi negada pela ciência clássia e pelos teóricos da educação durante muito tempo. Esses estudiosos pareciam desconsiderar que todo ser humano vive em uma cultura com crenças e valores morais e éticos.

Somos seres da mesma espécie, mas demonstramos grandes diferenças culturais. Os valores culturais são transmitidos e transformados  ao longo das gerações  constituem nossa historia. Sabemos que a cultura engloba crenças, religiões, ideologias, valores, visões de mundo e do próprio ser, influenciando nosso pensamento e nossa aprendizagem .

Devemos observar e respeitar a dimensão de fé e crença  sempre presentes nas relações do individuo com sua aprendizagem . valorizar e aceitar as diferenças culturais  de cada educando significa colaborar com sua aceitação social com as suas interações com o seu aprender .

Apresentamos cada uma das dimensões da aprendizagem em separado para você visualiza-las e compreende-las mais facilmente. Porém fique com a falsa impressão de que estas dimensões são estanques.não e possível desenvolver a cognição sem trabalhar a afetividade ou a psicomotricidade sem respeitar a cultura de cada comunidade. Uma educação de qualidade valoriza todas as dimensões humanas.

Obs: Material recebido por Elias, contribuição voluntária. Grata ;)


Max G.Haetinger
Psicopedagogo
Especialista em criatividade
Mestre em educação
www.institutocriar.com 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares