Agora são: .Horas e .Minutos - Bem vindo ao Blog Co Dependentes Emocionais **Deus Te abençõe e Te Guarde **

domingo, 6 de outubro de 2013

Descubra se o casamento está em perigo! 6 sinais que indicam isso.

     A maioria das pessoas acredita que um casamento acaba somente se algo muito grave acontecer como, por exemplo, uma traição, uma briga muito séria ou coisa desse tipo.  A verdade é que a maioria dos casamentos termina após anos de desgastes por pequenas coisas. Então a traição e a briga séria, são consequências do enfraquecimento da relação e não o problema principal. Veja alguns sinais de alerta que aparecem em uma união desgastada:
Falta de contato    
    Um casal que está em sincronia e bem afetivamente, tende a se tocar sempre que possível. Andar abraçados ou de mão dadas é o exemplo mais claro disso. Quando uma relação está desgastada o casal para de se tocar, não existe mais caricias ou aquela “passadinha de mão” e muito menos a famosa troca de risinhos.

   As brincadeiras bobas que só os dois entendem, os apelidos carinhosos e gentilezas também são uma forma de contato.
Não fazem mais coisas juntos
   O mundo moderno é cada vez mais corrido e complicado, porém mesmo assim um casal que está bem sempre arruma um tempinho para ficar junto. Ainda que seja apenas para assistir a um filme, em casa mesmo e na companhia dos filhos.  Quando, no entanto a agenda de um passa a excluir totalmente o outro, fazendo com que ambos raramente estejam juntos é sinal que as coisas não vão bem.
  
Não saber nada do momento atual do outro
   A falta de dialogo é maior indicio de que um casamento está periclitando, e não saber como tem sido a vida do outro nos últimos tempos é um grande sinal de que não o casal não tenha conversado coisas relevantes nos últimos tempos.
   Se eu lhe perguntasse agora você saberia responder o que mais angustia seu companheiro (a) nos últimos tempos? Qual é o maior problema dele (a) no serviço?
Faz mau juízo do cônjuge
   Em um relacionamento sólido existe a confiança ou pelo menos o benefício da dúvida. Assim, por exemplo, quando um companheiro se atrasa para chegar em casa, o outro imagina (em uma relção saudável): “foi pego para hora extra” ou “ficou preso no trânsito”. Em uma relação desgastada o cônjuge que ficou em casa imaginaria: “egoísta, parou para ficar com os (as) amigos (as) e nem se preocupou em ligar” ou pior: “deve estar com outra (o)”.
Surge o sarcasmo
   Em um casamento que está falindo o carinho e a cumplicidade dá lugar ao sarcasmo. As piadinhas e as indiretas que tem como intenção ofender ao outro passam a aumentar e se tornam mais agressivas. Até mesmo a história de como se conheceram que era para ser algo bonito fica recheada de deboche: “ele me perseguiu até vencer pelo cansaço” ou “ela me enganou! Quando eu vi já estava no altar”. Isso pode até parecer uma brincadeira inocente, mas já é um sinal de alerta.

Falsa paz
   A paz é uma garantia de que o casamento está bem, certo? Quando não existem atritos e conflitos sim! Mas quando há razões para protestar e simplesmente se deixa para lá é indicio que a relação está esfriando. Por exemplo, uma esposa que sempre reclamou da falta de romantismo e atenção do marido parar de fazer isso é sinal que ela já não se importa tanto com essa atenção e romantismo.
Não se desespere
  Não é por que você observou esses e outros sinais de que o seu casamento não está bem que você deva largar tudo de mão ou entrar em desespero. Você pode salvar o seu casamento seguindo esses passos:
Abra o diálogo
   Percebendo que a situação não está boa, chame o seu cônjuge e exponha a sua visão: “as coisas não estão indo bem, precisamos mudar isso”. Um casamento feliz depende de não deixar os problemas se acumularem. No artigo: Como solucionar conflitos no casamento está um roteiro para esse tipo de ocorrência.
Elimine a culpa
   Não adianta procurar um culpado para a situação chegar onde chegou e querer botar a culpa no outro só irá piorar as coisas. Ao invés disso busque encontrar solução em conjunto.
Reacenda o romance
     É claro que o casamento é muito mais que apenas o amor, porém sem ele um matrimônio não sobrevive. Tente reacender a chama que os uniu:

Seja flexível
   Aprenda a fazer concessões. As coisas não precisam ser apenas do seu jeito. Respeite a opinião e o modo de ser do outro, você só tem a ganhar com isso.
Fonte: Psicólogo SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares