Agora são: .Horas e .Minutos - Bem vindo ao Blog Co Dependentes Emocionais **Deus Te abençõe e Te Guarde **

domingo, 17 de março de 2013

Vamos falar de recuperação?

Vamos falar de recuperação?

By Rô Carvalho;

Bom, o texto de hoje é direcionado especialmente as minhas amigas do Grupo Mada, mas servirá para outras pessoas que ainda não sabem o que é ser uma Mada.
Para os que não sabem e não tiveram ainda a curiosidade de saber sobre do que se trata, a sigla Mada quer dizer: Mulheres que amam demais anônimas, é um grupo de auto ajuda, onde trabalhamos a recuperação e a estabilidade emocional dessa mulher que ama demais (ama errado, ama com exagero, ama por apego, etc...) Isso para os leigos e críticos de plantão é pura frescura e falta do que fazer, ou como já vi comentários nas minhas redes sociais falta de *macho*...Infelizmente o preconceito existe quando falamos de *madismo*. Sinto informar a esses leigos e críticos de plantão que a psicologia trata dessa patologia com seriedade, pois estatisticamente 90% das mulheres, principalmente Brasileiras sofrem de *Madismo*, ou como a linha correta de se dizer diz: Codependentes Afetivos. Não vou me estender muito sobre o que é ser Mada/Coda, pois se quiserem saber mais a respeito é só ler as matérias no Blog. Ressalvo que: na maioria dos casos de Mada, elas sofrem violência domestica por seus algozes, e que a Lei Brasileira Maria da Penha, já dá suporte até a tratamento psicológico para a mulher agredida...Muito bom se interar sobre isso e ler mais a respeito, pois em cada família existe pelo menos uma Mada sofrendo por maus tratos. Na busca do blog vocês encontram material farto falando de Madismo,ok?
Então, tenho observado dentro do meu Grupo Mada, várias mulheres e cada uma com um comportamento diferente relacionado ao caso em que vive, ou seja seu relacionamento amoroso...Algumas de nós vivem presas a um nó eterno de subserviência, submissão e controle de seus parceiros...Mas também existe aquelas que ficam brigando e forçando uma atitude mais madura e coerente de seus parceiros. Esse jogo em que se envolvem, desgasta seu emocional e faz que essa mulher sofra, tanto fisicamente, como psicologicamente...levando essa mulher a ter uma qualidade de vida pouco prazerosa e nada realizadora. O foco é só direcionado ao objeto de obsessão ( o homem, ressalvo que muitos casos envolvem também a obsessão materna, paterna, porque ser mada é ser dependente de alguém afetivamente ).
Algumas mulheres não muitas, mas algumas mudam sua vida moral apenas para satisfazer o ego do parceiro, tudo se volta a prática de se obter atenção e apreciação. Esquecem-se de si mesmas, envolvem-se em atritos desgastantes para obter mais contato,mais vínculos, mais e mais e mais...enfim, o jogo é sempre o mesmo, os padrões são sempre os mesmos, e as dores e as angustias as mesmas...
Vejo muitas Madas com uma vida perfeita exteriormente, são profissionalmente ativas, onde são realizadas pelo financeiro, onde são destacadas pela inteligência e pró ativas em áreas diversas...mas ainda assim não conseguem enxergar o que as prendem a um ser (Homem) que não sabe valoriza-las, ama-las, e muito menos aceitá-las em sua vida. Homens inacessíveis são a isca perfeita para uma Mada...Porque o padrão da infância trouxe a essa mulher muito pouco de amor e carinho, então ela repeti na vida adulta aquilo que vivenciou na infância, as negligencia paternas/maternas que viveu fazem com que se interessem por homens sempre com os mesmos comportamentos que seus pais transmitiam a elas...
Eita lehleh...complicado mudar padrões de comportamento, difícil iniciar uma nova mudança de vida...essas frases sempre ouço, muitas vezes chego a perguntar se não seria mais fácil deixar como está...aí penso...Não!!!!!! Mil vezes não!!!!! É complicado, sim é!!! Difícil? Nossa e como!!!! Mas requer comprometimento de cada uma, esforço, dedicação...Entra então aquilo que sempre digo: Força, Foco e Fé...
Você precisa de força pra lutar contra uma coisa que está enraizada dentro de você...
Você precisa de foco, para ter outros objetivos que a façam ver além do seu objeto de obsessão.
Você precisa de fé, sim fé em alguma coisa, algo que a faça ter esperança que você vai conseguir, por você e pra você!!!!
Falei da tabela de metas para esse ano, a minha está pelo Poder Superior que me guia, sendo seguida a risca.
Falei do inventário diário, poucos fazem, mas poxa como é importante esse inventário diário...é por ele que você irá ver onde tem errado, onde acertou, onde pode mudar seus defeitos de caráter, onde você começa a construir sua auto estima, seu próprio, e onde você começa a ver como seu plantio está sendo feito, e também a ver sua colheita diária pelos seus esforços...Inventário diário é primordial...não se pode ir muito longe sem ele, fica a dica...
Agora vamos falar de auto estima, puts, isso meninas é super importante para todas as outras etapas...Por que? Porque é através dela, que você constrói uma outra imagem de si mesma, quando falo de auto estima, não quero dizer apenas que você vá cuidar-se melhor externamente, falo do contexto em geral, não se pode só maquiar o exterior, tem que ser auto estima de dentro pra fora, entendem a diferença? Exemplo: Você está acima do peso, pois a depressão que vivi no relacionamento te faz comer compulsóriamente, faça como objetivo perder peso, entre numa academia, faça uma reeducação alimentar, enfim, modifique isso, aí entra sua tabela de metas, já tem um objetivo a seguir, a ser conquistado...Seu cabelo está parecendo que usa shampoo de laranja, então reserve um dinheiro, vá em um bom salão mude seu visual, outro objetivo na tabela de metas...Você está parada sem trabalhar, desempregada ou está em um trabalho que lhe dá poucos retornos, invista no seu conhecimento, isso nunca ninguém roubará de você, entre em um curso, faça curriculuns e distribua, contate seus amigos, (os poucos que restaram) e sai em busca de algo pra você. Muitas amigas pouco instruídas me dizem assim: *Rô eu não sei fazer nada, só vivi pra casa, pra ele e para os filhos...* Aí eu digo: Você sabe cozinhar? (A maioria diz que sim) Você sabe costurar? (muitas sabem ao menos pregar um botão). Se você sabe cozinhar, monte algo pra se vender, sei lá faça salgadinhos, bolos, pães...crie algo pra você ter ocupação e renda extra, sem depender dele...Não sabe cozinhar, e nem costurar? Então venda alguma coisa, Avon, Natura, Inspiração Cosméticos, lingeries, enfim, existe um leque de atividades a serem feitas, basta ir em busca disso...basta ter coragem de lutar e seguir em frente com algum objetivo de vida...
Como anda suas relações extra familiares? Nossa, a maioria diz que se afastou de amigos e parentes devido ao relacionamento, isso acontece pela vergonha, pelo constrangimento de expor a vida miserável em que vive com um homem que muitas vezes a humilha, a maltrata, ignora e vilipendia seus sentimentos, aí o isolamento é aterrador, aí a porta da depressão, da angustia e das doenças está aberta...Quer modificar isso? Então saia de casa, comece a ter contato com outras pessoas, envolva-se em projetos como auxiliar uma entidade de ajuda ao próximo, ir a igreja, fazer cursos, o importante é enriquecer seu circulo de amigos, não precisa você ir falando aos quatro ventos de sua vida, e nem deve fazer isso, pois as pessoas mais criticam do que ajudam...então seja sábia... Nessa mudança da sua auto estima você observa que precisa mudar por dentro, você começa a enxergar seus defeitos, e você começa a muda-los, começa aí a ser construída sua auto estima de dentro pra fora, começa aí que você nota, que quando somos luz, irradiamos luz, e isso volta para nós, em forma de bênçãos diárias, até mesmo em coisas práticas da vida...e você começa a ver o quanto é linda e digna de ser amada de verdade, com tudo aquilo que você merece...e deixa de mendigar atenção, deixa de ser o brinquedinho dele nas horas vagas dele, e começa a ver um mundo mais colorido, mais feliz, e cheio de oportunidades...
Uma amiga minha, que amo muito, e que considero um modelo de recuperação (Bel) trouxe pra vida dela cor e vida, isso depois de amargar durante 25 anos um sofrimento de Mada...Hoje ela está por dentro e por fora, magnificamente linda, poderosa e nem a idade ( hoje ela esta mais jovem do que quando tinha 30 anos) ofusca o brilho que tem, pelo contrário, eles são a prova viva de que com determinação, FOCO,FÉ, FORÇA se consegui superar uma dor, um sofrimento...Quando me vejo desanimada da minha jornada, eu dou uma olhada no perfil dela, aí revigoro minhas energias pra seguir em frente kkkkkk...
Amigas...nada é fácil, não existe formula mágica pra se recuperar do dia pra noite, existe sim comprometimento, dedicação e metas, seguir as tradições, os passos, e muitas vezes parar de se lamuriar, ficar só chorando, reclamando...Não resolve mesmo!!! Não digo aquele momento de desespero, sim você pode desabafar quando não suporta mais, e deve fazer isso sempre que necessitar, mas com pessoas que saibam do que você senti, desabafos com semelhantes que entendem seu problema, por que qualquer outro irá te julgar pela sua dor, pelo seu desespero, mas os semelhantes, sabem do que você está passando...Então a dica é: Sorria fora de casa, mostre que você é superior a isso tudo que está vivendo...Suporte quando doer, nem que chegue em casa e chore litros, rios de lágrimas...e cuidado com a boca: Um ditado diz assim: A boca fala, daquilo que o coração está cheio...então vigie isso também, pois a cada palavra que você pronuncia, traz para si mesmo benção, ou maldições...
Cultive seu amor próprio...Tarefa quase impossível para uma muitas MADAS, mas amigas o que todos dizem é verdade sim, é impossível receber amor de qualidade quando não nos amamos de verdade...Primeiramente você tem que se amar, isso envolve tudo o que passei acima, auto estima, metas, objetivos, reparação de danos, mudança de defeitos, etc...Quando você parar em frente ao espelho diga: Eu me amo. Eu sou digna de receber e ter amor em minha vida, eu quero, eu posso e eu consigo...e vai olhando seus pontos positivos, vai vendo o que você ama em você, o que você se admira mais...quando perceber como num passe de mágica kkkk estará se amando...Hoje eu me amo, eita pau!!!! Demorou muito isso...mas amo meu eu interior, amo as coisas que acredito, amo minha forma de ser na integra, amo minha capacidade de aprendizagem, amo detalhes em meu corpo, enfim...olho para mim e digo: Rô, poxa vida, que lindo você ter passado tudo isso, como você está melhor a cada dia...e Rô se *alguém* não enxerga em você essa pessoa maravilhosa que você é, ela não é digna de você...Dou um sorrizão e parto pra jornada do meu dia de cada vez...Porque SÓ Por Hoje, eu sou dona de mim e todo meu eu, e que só eu posso fazer por mim, o que ninguém mais pode...Ou seja me amar, me aceitar, me valorizar...
Espero mais uma vez ter contribuído com vocês e dizer que recaídas amigas amadas, todas teremos, e que nem por isso, podemos desistir de seguir em frente...Caiu? Levante-se...amanhã é outro dia, e você fazer melhor do que fez hoje...
Beijos no coração de cada uma de vocês...Madas e não Madas kkkkkk... Voltem sempre!!! Boa semana a todos leitores... E muito obrigada pela visitinha!!!!

6 comentários:

  1. estaba precisando de esa lectura muito obrigado ,mismo que tengo muchos anos de mada,estoy dando fin a un relacionamiento,pq machuco mi amor propio,mi autoestima mas tambien estoy feliz por no dar continuidad y energia a quien no me merece otra vez obrigado

    ResponderExcluir
  2. Minha amiga, acabei de ler um lindo texto sobre a História da minha vida! Encontro-me em prantos por saber que já caminhei muito; no meu processo de recuperação. Mas, que ainda tenho muito a caminhar, pois não quero mais que esses padrões de comportamentos se repitam em minha vida. Preciso estabelecer novas metas e seguir. Adiante sempre, amando-me e respitando-me hj e sempre... Te amo, Rô; lembre-se: és muito importante para o nosso grupo! Continue nessa linda tarefa de fazer o bem a nós, Madas. Bjus

    ResponderExcluir
  3. Muito boa a matéria.Divany

    ResponderExcluir
  4. Carolina Lins, minha amada companheira de Grupo Mada, uma doce amiga, que sempre me dá um up!!! Obrigada de coração, pelo carinho, e por tudo que és na minha vida...Amiga, o Grupo Mada, é a extensão da minha família, é uma família que me acolheu e acolhe ainda, estar como Coordenadora e Moderadora do Grupo é mais do que mereço..Pois sou limitada, sou ser humano, imperfeita e cheia de erros ainda a serem reparados...Quando penso em dar um tempo de Grupo Mada, me lembro sempre que minha tarefa será eterna, no aperfeiçoamento de mim mesma, pq dou aquilo que recebo, e recebo muito amor de todas vcs...Obrigada mil vezes, por curtir meu blog...te amo vice?? kkkk

    ResponderExcluir
  5. Divany, no texto coloquei seu pseudonimo pois não sabia se vc iria permitir seu nome verdadeiro...Mas amiga, já que se pronunciou como Divany, vc é meu espelho sua linda de bonita...kkkk...te amo :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares