Agora são: .Horas e .Minutos - Bem vindo ao Blog Co Dependentes Emocionais **Deus Te abençõe e Te Guarde **

domingo, 6 de outubro de 2013

O que fazer após uma traição?     

   
Depois de descobrir que foi traída, uma pessoa é tomada de diversos sentimentos: raiva, culpa, decepção, desamparo. Muitos pensamentos contraditórios e dúvidas veem a mente nesse período. Isso dificulta tomar uma decisão coerente. Dessa forma este artigo tem por objetivo ajudar a considerar alguns pontos fundamentais para que você fundamente a sua decisão. 
 

Não é culpa sua
    
   Como mencionei antes a culpa é um dos primeiros sentimentos que afligem quem foi traído. É claro que a pessoa que foi traída entende que foi uma vítima, porém o sentimento de que não é bom o bastante para o parceiro também surge nesse momento. A vítima de traição por vezes passa a acreditar que não é atraente o bastante ( ou que é feia), que não se dedicou o suficiente ao companheiro e coisas do tipo. O traidor costuma reforçar tais sentimentos, afinal lhe é conveniente se livrar da culpa empurrando-a para o traído (a), está estratégia cruel é muito usada e chega até ser natural para quem é desleal.

    Entenda que por mais insuficiente você tenha sido, foi a índole ou as circunstancia que levaram seu (sua) companheiro (a) procurar outro alguém. Mesmo estando insatisfeito (a) com você, ele ou ela poderia ter simplesmente ter te informado disso, e se fosse o caso, poderia ainda ter terminando o relacionamento sem haver a necessidade de lhe enganar.
Por que as pessoas traem?
   Essa é a primeira pergunta feita pela vítima de traição. A verdade é que não existe uma resposta simples, pois cada um pode ter os seus próprios motivos. No caso dos homens as questões instintivas, o desejo de conquista e uma cultura machista são as causas mais apontadas como pretexto para traição.
    Já para as mulheres as alegações são mais complexas. Falo um pouco sobre isso em Por que as mulheres traem.
Compreenda os seus sentimentos 
     Quem sofre uma traição (seja ela de qualquer tipo) passa pelo processo de luto (negação, raiva, culpa tristeza...). Por cada fase que se passa é possível observar que os sentimentos e a forma de pensar sobre a traição muda. O importante é compreender como se está sentindo com esse fato, para que a decisão a ser tomada seja a mais coerente possível.
Vale a pena continuar essa relação? 
     Após ter clareza dos seus sentimentos é necessário avaliar se existe o desejo real de manter o relacionamento. Esse desejo precisa ser genuíno e não apenas baseado em necessidades ou pressões de terceiros, caso contrário essa relação estará fadada a brigas e consequentemente a infelicidade.
Continuar ou terminar? 
     
A decisão de tentar novamente vai custar um grande esforço. Será necessário engolir o orgulho e passar uma borracha no passado para começar algo não do zero. Mas mesmo que isso ocorra, sempre haverá um pouco de desconfiança, afinal ser traído é uma dor que não se esquece da noite par o dia. Se o preço disso vale a pena é você e somente você é quem pode decidir.
    Se a traição foi apenas um dos inúmeros problemas que marcaram um relacionamento que já estava cheio de desamor, falta de cumplicidade e outras formas de agressão talvez seja o caso de terminá-lo de vez. No artigo Tomando a decisão de se divorciar alguns benefícios e prejuízos acerca do divórcio.
   Se você já decidiu terminar, porém sente que não consegue esquecer o (a) ex, ou que ainda está muito apegada a ele/ela a postagem Como superar o fim de um relacionamento pode te ajudar.   
Dar o troco e se vingar?
     Se você optar por tentar novamente é bom compreender que as suas emoções podem te impelir a tomar algumas atitudes que podem gerar consequências desastrosas. Se vingar ou pagar na mesma moeda pode até parecer justo (e é mesmo), mas não é isso que vai solucionar o problema.            
     Primeiro problema em “dar o troco” é que o traidor vai se sentir quite com você, o que é falso, pois você não estava esperando pela traição esse fato a torna muito pior. Outro motivo é que a vingança pode deixar o seu parceiro magoado e ressentido, afinal o que ele fez pode ter sido sem pensar e sem a intenção de te machucar, ao contrário de você que tinha claramente esse objetivo, caso queira se vingar.
    Se sua intenção é continuar a relação, é bom o outro pensar que está em débito com você e que não pode falhar novamente.
Perdoe
     Mágoas e ressentimentos são coisas terríveis para existir em um relacionamento. Optando por manter o relacionamento, tente começar tudo do zero e isso só vai acontecer se você perdoar os erros que aconteceram. Sei que isso não é algo fácil, mas escrevi sobre o processo do perdão em Aprendendo a perdoar, talvez este artigo te ajude. 
Corrija suas falhas 
     É claro que não você não é o culpado pelo o que aconteceu, porém não acredite que tenha sido apenas vítima nessa história. Você tem também sua parcela de culpa, seja por ação ou por omissão. Uma relação fria e distante, a falta de carinho e companheirismo faz com que a pessoa amada busque isso em outros braços. Mulheres costumam alegar isso como motivo de traição, mas os homens são afetados da mesma forma. 
     O relacionamento que não está dando certo costuma dar indícios muito antes de qualquer coisa pior acontecer. Se você é do tipo que prefere tampar o sol com a peneira ao invés de encarar o problema de frente já deve ter aprendido que isso não funciona. Então de agora em diante quando perceber que algo está errado, corrija o mais rápido possível. Veja algumas dicas para ter uma relação mais feliz: 
Colocando a casa em ordem 
     
Para que esse problema não ocorra novamente busque acertar todos os pontos para que a relação se torne estável novamente. Verifique o que você e o que o seu par desejam do futuro e tomem as soluções em conjunto. Não queira simplesmente tomar as rédeas da relação se esquecendo das necessidades do outro, isso pode até dar certo no começo, mas depois ele (a) pode se cansar e deixa-la (o) de vez. No artigo
solucionando conflitos no relacionamento descrevi passo a passo uma forma para o casal mediar conflitos ou tomar decisões.    
    A terapia de casal pode ser uma boa opção quando o relacionamento não está indo bem, por isso não se acanhe em procurar um psicólogo nessa situação. Se tiver alguma dúvida ou queira deixar sua opinião escreva um comentário logo abaixo.  
 
FONTE PSICOLOGO SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares