Agora são: .Horas e .Minutos - Bem vindo ao Blog Co Dependentes Emocionais **Deus Te abençõe e Te Guarde **

domingo, 31 de março de 2013

Com a alma anestesiada

Com a alma anestesiada


Já não sinto mais nada...
Nem mesmo as porradas que você me dá conseguem me machucar.
Já não ligo para mais nada...
Nem para o orgulho que deveria ter, nem para a raiva de deveria sentir de você.
Já não sofro, não perco a cabeça...

Já não sinto mais nada...

Alguns dias atrás eu vi uma cena terrível:

Uma garota que eu conheço há séculos, estava sendo humilhada no meio da rua, por nada mais nada menos que seu namorado, justamente um cara que, hipotéticamente, deveria tratá-la com respeito.

Bem, foi uma cena terrível para mim e para todos que passavam pelo local, menos para ela, porque mesmo sendo xingada de tudo quanto era nome, e até mesmo depois de empurrada com violência, ela não esboçava nenhum tipo de reação. Ela não demostrava nenhum tipo de sentimento, nem de raiva, nem de indignação, nem mesmo de defesa.

Sabe aquelas mães que os filhos gritam e se jogam no chão, e elas nem ligam - muito pelo contrário, ainda conseguem sorrir, como se estivessem diante de uma simples malcriação? Então, com ela era assim.

E ele continuava a gritar:

"Vai embora daqui sua filha da puta!! Vai tomar no seu cu, sua gorda!! Sai daqui, vagabunda!! Some da minha vista sua puta!!!"

Ela só ficava lá, parada, sem alterar o tom de voz, porque para ela tudo aquilo ela era normal, corriqueiro...

Sim, eu fiz questão de descrever os xingamentos na íntegra, sem abreviações. E veja como são as coisas: você, que nem terminou de ler o resto e já deve ter sentido uma revolta, não é mesmo? Só que depois, cerca de meia hora mais tarde, eu a encontrei toda sorridente, conversando com uma amiga na rua, como se nada tivesse acontecido .

Não, ela não é uma mulher que atingiu o nirvana e nem ao menos chega perto de uma pessoa iluminada. O que acontece é que esta garota, como muitas outras mulheres que sofrem, resolveu anestesiar a própria alma. Sim, porque muitas vezes ele, o namorado boçal, chegava com ela de carro, parava na esquina da minha casa, abria a porta e a colocava para fora aos gritos:"Cai fora do meu carro, maldita!!"

E ela continua não ligando...

E aí? Por acaso você chegou à este ponto, de não ligar para mais nada?

Ele pode te xingar, e até dar uns bofetões na sua cara de vez em quando, que mesmo assim você não liga e ainda faz de conta que nem doeu? Então, minha filha, por acaso você está tão prostrada, tão entregue ao seu destino, que acredita que a vida é assim mesmo, que é besteira se revoltar, dar um basta nesta vidinha de saco de pancadas de macho ignorante?

Fala a verdade: você não liga por que acredita que nunca vai conseguir nada melhor do que esse homem, não é mesmo?

Sim, eu sei como é. Sei bem que muitas pessoas só podem passar por certas situações se forem capazes de se desligarem. Isso é comum entre policiais, médicos, jornalistas, soldados em campos de batalhas... E em mulheres sem nenhuma perspectiva de vida.

O que acontece é que algumas pessoas acabam criando um tipo de bloqueio, uma espécie de mecanismo de defesa, que faz com que possam suportar o que para muitas outras seria insuportável. Sim, você também podia ser uma dessas mulheres que se jogam no chão, choram e batem no peito e gritam: "Como eu sofro por amor, meu Deus!!!"

Só que você preferiu não sentir mais...

Claro que você nem sempre foi assim. Antes você brigava, chorava, e sentia tanto ódio, que até acreditava que seria capaz de matá-lo! Só que ele não estava nem aí para você...Terminar com ele? Pra quê, se depois de alguns dias era aquela coisa de sentir o peito apertando, aquela carência danada? Sem contar o "amor", claro. Então, depois de se tocar que no final você acabaria sempre dando a bunda para bater, acabou descobrindo que a melhor forma de conviver com ele seria aceitando que "este é o jeito dele".

"Ai, mas se eu não ligar e fingir que não estou escutando nada, a vida ao lado dele até que é boa."

Ou seja, tirando todos os defeitos ele é perfeito.

Tudo bem, ele pode não ser perfeito para o mundo, mas quem liga? Ele está ao seu lado, é o seu amorzão...Oras, se você está feliz, se consegue rir e conversar com suas amigas como se nada tivesse acontecido, pra quê se revoltar, não é mesmo?

Só que a vida sempre cobrará a fatura, acredite.

Um dia nem todos os "eu não ligo", serão capazes de afastar a revolta que, acredite, irá surgir no seu coração. Ninguém, nem mesmo a mais "calma" das criaturas é capaz de suportar passar a vida toda sorrindo em troca das maldades que recebe.

Hoje pode até ser que você não ligue, que não se importe nem um pouco, mas a fatura será cobrada.

Porque no fundo você sofre demais da conta!!! Sim, minha cara, você só está prendendo a dor, lutando para ela não sair e explodir de uma vez. E pode crer que quando essa dor explodir, toda esta raiva acumulada irá ao seu encontro.

Lembre-se de que a alma está anestesiada, mas quando passar o efeito do anestésico a dor será proporcional às feridas abertas.

Cada um paga um preço para ser feliz;

Outras pessoas simplesmente não pagam nada para não serem infelizes...


Aviso importante:
Este blog pessoal está de acordo com a lei.9.610 dos direitos autorais na internet
para ver a postagem de origem clique na fonte ou no autor.

Obrigada pela visita e volte sempre...

Rô Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares