Agora são: .Horas e .Minutos - Bem vindo ao Blog Co Dependentes Emocionais **Deus Te abençõe e Te Guarde **

sábado, 1 de setembro de 2012

Como achar (e manter) um namorado


Cinco mulheres bonitas e experientes revelam suas artimanhas de sedução, alertam sobre estratégias que são uma roubada e contam o que fazem para segurar o parceiro

Fonte: Claudia.Abril.Comhttp://www.blogger.com/img/blank.gif


Você quer arrumar um namorado? Então leia os conselhos de nossas debatedoras. Experientes no assunto, elas trazem no currículo vários ex-namorados ou ex-maridos, além dos atuais pretendentes e rolos". Bons exemplos de sedutoras modernas, podem até ser românticas, mas não entram de coração aberto na relação. Preferem sondar o terreno com cautela, tanto para se proteger quanto para definir a melhor estratégia de ataque. Com personalidades e opiniões distintas, elas esquentaram a discussão com palpites, alertas e segredinhos muito úteis.

Confira o perfil de cada uma: Estelamari Fiorese, 33 anos, empresária, solteira e baladeira, gosta de tomar as rédeas da conquista e está sempre às voltas com algum "ficante". Vera Lúcia Nazato, 28 anos, assistente comercial, separada, é mais tímida. Achou o atual pretendente depois de se inscrever num clube de solteiros. Adriana Fernandes, 33 anos, executiva de marketing, está separada há nove. Desde então, já teve três relacionamentos. Tânia Bernucci Garcia, 39 anos, assessora comercial, separada, com um filho, titubeou em se comprometer com um rapaz de 22 anos. Mas a história já dura um ano e meio. Por fim, Maithê Barcha, 25 anos, consultora de moda, anda feliz e "enrolada" com um homem que mora em outro país.

CLAUDIA - Quais são as melhores estratégias para a aproximação?

Estela

Eu tomo a iniciativa, mas não caio matando. Sempre me aproximo como amiga e eles nunca sacam que é uma cantada. Não me preocupo com o que vão pensar de mim nem acho que os homens sejam tão diferentes de nós. Eles também querem encontrar alguém.

Adriana

Quando vou a uma festa, convido o meu irmão ou um amigo. É tiro e queda: na hora em que os homens percebem que o cara não é seu namorado, ficam à vontade para puxar papo - se você estiver numa roda feminina, é outra história.

Maithê

Concordo. Nunca esqueci o que um amigo me disse: "Vocês assustam quando surgem em bando. Parece que chegaram para matar".



CLAUDIA -Que recursos vocês usam para conhecer pessoas novas?

Estela

Tive minha fase de internet, há uns dois anos. Entrei em contato com muitos homens problemáticos, que estão na rede porque são introvertidos demais, têm dificuldades de socialização. Mas gosto de sair, dançar, conversar... Então, acabo conhecendo muita gente.

Vera

Me inscrevi na Table for Six, um clube de solteiros, porque fiquei muito sozinha quando me separei, todas as minhas amigas estavam namorando. Hoje, estou saindo com um homem que conheci logo nos primeiros jantares da Table.

CLAUDIA - Após a conquista, como manter um namorado?

Adriana

Mostre seu contentamento quando ele for cavalheiro com você. Somos tão independentes que nem percebemos o quanto atropelamos os homens. E não deixe que as famílias interfiram no romance.

Tânia

Mantenha o equilíbrio, os homens ficam apavorados com nossa avalanche de emoções. Melhor evitar cobranças e ciumeiras.

Maithê

Não se apaixone loucamente. Isso acaba atrapalhando.

CLAUDIA - Como assim? Não pode dizer "eu te amo"?

Maithê

Eu não digo. Amava de paixão o meu ex e ele sabia. Mesmo assim, demorei uns sete meses para fazer uma declaração de amor.

Adriana

Quando era casada, abri meu coração e não ajudou muito. De lá pra cá, tive três namorados, mas não disse "eu te amo" pra nenhum. Não acho bom revelar tudo.

CLAUDIA - A independência feminina ainda assusta os homens?

Estela

Eles preferem as submissas, com um padrão financeiro inferior ao deles. Eu moro com minha família e evito mostrar minha casa, porque ela é vistosa, pode assustar.

Maithê

Não acredito mais nessa história de um amor e uma cabana. É bom namorar alguém que possa fazer os mesmos programas que você. O problema é que as mulheres abusam da autonomia. De vez em quando, tenho surtos: não quero ver toda noite, preciso ficar sozinha. Se exagerar na dose, eles desistem.

Adriana

Sou executiva e já menti dizendo que era caixa de banco para fazer um teste com um cara. Estava ressabiada, porque tinha namorado um cara interesseiro.

CLAUDIA - O que acham de transar nos primeiros encontros?

Estela

Não recomendo. O homem ainda é muito machista.

Tânia

Cada uma é livre para transar quando quiser, só não vale chorar depois dizendo que não sabe por que o cara sumiu... Eu fico esperta. Sempre ouvi o meu irmão dizer: Saí com uma menina maravilhosa, mas ela topou tudo na primeira noite e perdi o tesão". Um homem não permanece ao lado de uma mulher só porque o sexo foi bom.

Vera

Nas baladas, a pessoa chama para dançar e já quer beijar. Acho ridículo, ninguém conversa nem pergunta o seu nome... Os homens sempre tentarão levar as mulheres para a cama o mais rápido possível - cabe a elas decidir se topam ou não.

CLAUDIA - O que a mulher não deve fazer de jeito nenhum?

Tânia

Tentar impor uma relação. É melhor deixar as coisas acontecerem - não apenas para não afugentar o homem mas para saber se vale mesmo a pena namorar com ele.

Adriana

Deve conter o ímpeto. Nem conhece direito o cidadão e vai dizer que ele é o homem da sua vida?

CLAUDIA - Que atitude tomar quando bate aquela carência?

Estela

Dar uns beijos em alguém...

Maithê

Discordo. Carência se cura em casa, com as amigas. Não adianta ir para a balada, beber, beijar um cara. Você acaba voltando pior.

CLAUDIA - Cair na noite é bom para arrumar namorado?

Vera

Ninguém leva nada a sério...

Estela

Minha irmã conheceu o marido na noite, mas isso é raro. Recentemente, fiquei com um cara interessante, mas ele acabou sumindo um tempo depois. Me decepcionei, porque é difícil encontrar alguém que realmente me agrade.

Tânia

Conheci o ex e o atual namorado em situações de trabalho.

Maithê

Estou enrolada com um cara da minha empresa - trabalhava no escritório de Miami e vinha morar no Brasil. Mas ele recebeu uma proposta e mudou de rota: vai viver em Minnesota, nos Estados Unidos.

CLAUDIA - Vale inventar pequenos truques para conquistar?

Maithê

Eu já disse que amava de paixão o meu ex, certo? Uma vez, quando ainda não estávamos namorando, eu o convidei para jantar, aluguei um flat, pedi champanhe, morangos... Foi tudo de bom, mesmo assim ele ainda sumiu por uns tempos. Outro truquezinho, com meu rolo atual, funcionou melhor. Menti para lhe agradar. Ele queria me apresentar a praia mais bonita de Florianópolis. Então, andei por mais de uma hora no meio do mato, com sol na cabeça, carregando prancha, mochila... e disse que estava adorando. Ainda bem que consegui convencê-lo a não acampar e voltamos no mesmo dia para a cidade. Para ser feliz, preciso de ducha quente, celular e secador. Mas valeu, foi tão romântico...

Vera

Eu também já menti, mas não fiz isso para seduzir. Estava saindo com um cara quando uma amiga me convidou para viajar no fim de semana. Como achei que ele não ia gostar se desmarcasse nosso encontro, inventei que minha mãe estava doente. Acontece que ele descobriu e nunca mais me ligou. É melhor ser sincera, ninguém sustenta truques e mentiras por muito tempo...

CLAUDIA - Em que tipo de homem não compensa investir?

Adriana

Em solteirões convictos, cafajestes e naqueles grudentos.

Maithê

O carente é o pior de todos.

Vera

Cuidado com os malucos! Fui abordada na rua por um sujeito bonito e simpático. No primeiro encontro, foi todo gentil e me trouxe flores. No segundo, parou numa rua deserta, começou a me beijar e a tremer! Aí pediu que eu o masturbasse. Nunca mais nos falamos.

CLAUDIA - Como proteger o ego quando ele promete e não liga?

Adriana

Na dúvida, nunca telefono. Prefiro que ele me procure.

Estela

Eu ligo desde que ele também tenha demonstrado interesse. Quem quer arrumar alguém tem que correr riscos. Se for rejeitada, levo na boa, ainda não estou apaixonada.

CLAUDIA - Como vocês reagem ao assédio dos casados?

Adriana

Tô fora, nem pensar. Não faço com nenhuma mulher o que não quero que façam comigo.

Estela

Se ele trai a mulher, acabará fazendo o mesmo com você.

Vera

Meu ex-marido, que foi meu primeiro namorado, me enganou tanto... Achava que éramos felizes até eu descobrir que tinha uma namorada fixa, perto da nossa casa.

CLAUDIA - A maior dificuldade é o medo de abrir o coração?

Vera

Eu fiquei bloqueada depois da traição. Perdi oportunidades com homens bacanas porque não confiava, não me deixava envolver.

Adriana

Estamos mais fechadas e bem mais mais exigentes. Eu também fui enganada - não deixei de namorar por isso, mas acho mais difícil me entregar completamente.

Tânia

Quando confirmei que um namorado meu tinha outra, entrei em depressão, fui parar no hospital. Depois que terminamos, eu saía, viajava bastante com meus amigos, mas não me interessava por ninguém, porque não conseguia me desligar. E ele nunca deixou de me procurar.

CLAUDIA - Mulher separada enfrenta algum tipo de preconceito?

Adriana

É mais difícil a pessoa assumir você. Tive dois namorados que não falaram para a família que eu havia sido casada, por exemplo.

Tânia

Eu é que fui preconceituosa quando arrumei um namorado mais jovem. Tenho 39 anos, um filho de 16 e um namorado de 22. Demorei a acreditar que ele estava interessado. Acabou conquistando a minha confiança, mas eu sei que essa relação tem limites. Curto o presente. Com meu primeiro marido, fiz tantos planos, namorei por anos, o casamento durou só dois.

CLAUDIA - A crença no "homem ideal diminui a possibilidade de novos encontros amorosos?

Adriana

Dificulta muito. Eu quero romper com alguns padrões, senão acabarei sozinha. Comecei um curso de autoconhecimento, faço ioga, terapia... Estou em plena transformação interna e me questionando muito: por que só quero homem bonito? Namorei alguns lindos, mas eram pura casca. Começo a valorizar outras coisas, como a cultura, o charme... Me arrependo de não ter dado bola para um professor da pós-graduação, um cara fascinante. Ele mudou, acabou indo lecionar em outra cidade e perdi a chance.

Estela

É legal conhecer gente diferente, no mínimo você ganha outros pontos de vista. Mas os homens são mais rigorosos com beleza do que nós. Uma vez um amigo insinuou que eu devia fazer dieta, porque estava acima do peso. Achei engraçado: ele era barrigudo e meio calvo...

Tânia

É você quem faz os seus momentos bons. Mas, se aparece alguém para facilitar, aproveite! Para isso, é preciso estar aberta.


Aviso Importante:

Este Blog Pessoal está de acordo com a Lei 9.610 dos direitos autorais na internet, para ver a postagem original, clique na fonte.

Obrigada pela visita e volte sempre.

Rô Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares