Agora são: .Horas e .Minutos - Bem vindo ao Blog Co Dependentes Emocionais **Deus Te abençõe e Te Guarde **

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Sintomas da Sindrome do Pânico

Sindrome do Panico


Existem vários sintomas da síndrome do pânico que vamos enumerar já a seguir. Antes disso é necessário entender que a síndrome do pânico é uma doença do foro psicológico. Pode haver uma má interpretação dos sintomas o que leva a um agravamento da situação.

Se você olhar para os sintomas e está à procura e quer encontrar um problema psicológico… você vai encontrar esse problema mesmo que ele não exista. Entrar em pânico porque você pensa que tem a síndrome do pânico acontece e isso vai piorar a sua situação se encarar a doença como incurável.

O desafio do tratamento da síndrome do pânico não é uma tarefa impossível. Não se preocupe porque a síndrome do pânico é uma doença que tem tratamento e não são necessários remédios ou medicamentos.

A síndrome do pânico está ligada à ansiedade generalizada. Um ataque de pânico começa a ganhar força muitas horas antes do próprio ataque. Os ataques de pânico ganham força da ansiedade que se acumula ao longo das horas e dos dias. A ansiedade é definida como um estado de apreensão ou medo, provocado pela antecipação de uma ameaça, incidente ou situação, sejam elas reais ou imaginárias.

A ansiedade é uma das emoções humanas mais comuns durante a vida. No entanto, a maioria das pessoas que nunca teve um ataque de pânico, ou extrema ansiedade, não consegue compreender a natureza assustadora dessa experiência.

Alguns dos sintomas da síndrome do pânico são tonturas extremas, visão embaçada, formigueiro, falta de ar – e isso é apenas o começo! Quando estas sensações acontecem e as pessoas não sabem a razão, acham que contraíram uma doença ou algum grave problema mental. A ameaça de perder completamente o controle parece bastante real e, naturalmente, assustadora.

Estes são alguns dos sintomas da síndrome do pânico:

Tonturas que levam ao pânico.
Arrepios e calores seguidos de ansiedade.
Falta de ar e apertos na garganta e no peito.
Falta de conexão com o que se passa à sua volta.
Preocupações obsessivas e pensamentos indesejados.
Batimento cardíaco muito rápido e formigueiros no corpo.
Um medo aterrorizador que o pânico vai fazer você passar dos limites.

Estas são algumas situações que podem acontecer a pessoas que tem síndrome do pânico:

Ir parar ao pronto-socorro ou ao hospital porque pensou que estava a ter um ataque cardíaco, mas afinal era ansiedade.
Medo de parar de respirar porque tem um aperto no peito e a respiração irregular.
Medo dirigir e ficar parada no trânsito, numa ponte ou num sinal vermelho.
Nervosismo e medo de perder o controlo e ficar maluca.
Ter pensamentos ansiosos que não consegue parar.
Desconforto em lugares fechados como shoppings, super mercados, cinemas, transportes públicos.
Nervosismo e ansiedade em situações que antes eram normais.

A síndrome do pânico, ataques de pânico e ansiedade generalizada são problemas graves mas existem vários métodos de tratamento. Para eliminar totalmente os ataques de pânico o tratamento deve ser feito sem medicamentos pois são só forma temporária de atenuar os sintomas. Para saber mais sobre os efeitos da síndrome do pânico veja os artigos sobre as manifestações físicas, as manifestações mentais e os tratamentos da síndrome do pânico.

Também é bom desmistificar os mais variados mitos do síndrome do pânico, pois muitas pessoas espalham estas falsidades que não ajudam nada quem sofre deste grave problema.

Para um tratamento efectivo da síndrome do pânico é necessário entender a doença e criar uma mentalidade de calma e controlo.

Tentar resolver este problema com medicação não é uma solução permanente e só vai adiar o problema por tempo indefinido. Tudo isso é possível com alguma dedicação para entender melhor este problema e assim é possível vencer o problema da ansiedade.

Para saber mais sobre o síndrome do pânico subscreva à nossa Newsletter para receber dicas grátis no seu email. Este acompanhamento regular é a melhor forma de você aprender mais sobre este problema e finalmente vencer a síndrome do pânico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares