Agora são: .Horas e .Minutos - Bem vindo ao Blog Co Dependentes Emocionais **Deus Te abençõe e Te Guarde **

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Sindrome do Pânico - O que é?

Muitas pessoas sentem ansiedade e não sabem se sofrem de um ataque de ansiedade ou da síndrome do pânico. O que é então a síndrome do pânico? Vamos esclarecer isso neste artigo. Se está curioso quais são os sintomas da síndrome do pânico pode ler o artigo dedicado ao assunto.


Você está na fila do super mercado à espera de pagar, já está à espera há algum tempo mas só falta uma pessoa até chegar a sua vez. Espere… que sensação é essa? Está a sentir uma coisa estranha na sua garganta, sente uma espécie de aperto no peito, começa a faltar o ar e parece que o seu coração saltou um batimento. Você pensa “Por amor de Deus… aqui não!”

Você olha à sua volta – há perigo ou ameaças? Quatro caras pouco simpáticas atrás de você e uma pessoa à sua frente. Você sente um formigueiro e umas picadas no braço esquerdo, sente uma leve tontura e depois têm uma explosão de medo enquanto teme o pior. Você está quase a ter um ataque de ansiedade.

Você não tem dúvidas que este vai ser um dos grandes. Você se concentra: você lembra-se de tudo o que lhe ensinaram e agora chegou a hora de aplicar essas técnicas.

Você começa a respirar fundo como o médico recomendou. Inspira pelo nariz e expira pela boca. Você pensa em coisas relaxantes e quando inspira novamente você pensa “Relaxa”, e depois expira. Mas parece que isso não está a fazer um efeito positivo… só o facto de você se concentrar na respiração você ainda sente mais insegurança.

Então você utiliza a segunda técnica.

Relaxamento muscular gradual. Você faz tensão nos ombros, mantém durante 10 segundos e depois relaxa. Você tenta outra vez. Não… ainda não sente diferença. A ansiedade está a aumentar e só o facto de você não ter mais técnicas ainda torna o seu pânico ainda maior. Era bom que estivesse a sua familia, um amigo ou amiga ao seu lado e assim você poderia ter confiança para lidar com a situação.

Agora a adrenalina está a correr pelas suas veias, tem um formigueiro no corpo, sente a sua pulsação, sensações desconfortáveis e agora está com medo de perder o controlo. Ninguém à sua volta faz ideia do terror que você está a sentir. Para eles é um dia igual aos outros e mais uma ida chata ao super mercado.

Agora você não tem mais opções por isso recorre ao seu plano de emergência. A melhor técnica para lidar com um ataque de pânico é fugir. Você sai da fila e sente-se um pouco de vergonha porque chegou a sua vez de pagar. O caixa olha para você com cara de espanto enquanto você sai do super mercado deixando as compras para trás enquanto foge pela porta. Não há tempo para pedir desculpas – você precisa de estar sozinho/a. Você sai do super mercado e entra no carro e começa a conduzir. Será que este pode ser o ataque pior, aquele que vai ultrapassar os seus limites mentais e físicos? Dez minutos depois o pânico diminui e desaparece.

São 10 da manhã e você não sabe como vai chegar ao fim do dia.

Esta situação parece-lhe familiar? Talvez as sensações do seu corpo sejam um pouco diferentes. Talvez lhe tenha acontecido pela primeira vez num avião, no dentista ou mesmo em casa enquanto não fazia nada de especial. Se você já teve um ataque de pânico ou ataque de ansiedade não se preocupe pois não muitas pessoas sofrem deste problema.

Um ataque de ansiedade vem de um sentimento vivo e eminente de medo. Você sente que vai perder o controlo do seu corpo e vai ter um ataque de coração e que vai acabar os seus dias entre as prateleiras de enlatados ou de comida congelada.

Você não está sozinho; existem milhões de pessoas com transtornos de ansiedade. Cerca de 5% da população sofre de algum tipo de transtorno de ansiedade e sofrem das manifestações físicas e das manifestações mentais deste problema. Para alguns podem ser ataques de pânico pouco frequentes. Para outros podem ser tão frequentes que as pessoas não querem sair de casa. Os ataques de pânico frequentes podem transformar-se no que os médicos chamam de síndrome de ansiedade. Se você sofre de síndrome do pânico veja o artigo dedicado aos mitos deste problema, pois muitas pessoas exageram as consequências dos ataques.

Um dos primeiros passos para recuperar o controlo da sua vida é encontrando informação útil. Neste livro eu vou dar-lhe isso e mais. O início da sua recuperação começa aqui. O que você vai ler deste livro é que existe uma grande oportunidade de você acabar com o ciclo de ataques de pânico na sua vida. Apesar disso eu não quero fazer promessas exageradas sobre as técnicas deste livro.

O que interessa é que a sua vida pode voltar a ser o que era. Ao aplicar as técnicas explicadas neste livro, você vai aprender a reconquistar uma vida sem preocupações que já teve e além disso vai ganhar uma nova confiança na vida. A resposta para viver uma vida livre de pânico ou de ataques de ansiedade está neste site.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares