Agora são: .Horas e .Minutos - Bem vindo ao Blog Co Dependentes Emocionais **Deus Te abençõe e Te Guarde **

quinta-feira, 2 de junho de 2011

O que estou passando é Tentação ou Provação?



A dificuldade encontrada para diferenciar tentação de provação existe porque acostumamos a definir tentação como obra do maligno e provação como obra de Deus, mas, podemos ir mais longe que isso, analisando o grego a palavra tentação e provação vem de uma mesma palavra ?peirasmos? e significa: experimento, tentativa, teste, prova; A palavra é a mesma para significar tentação e provação, na tradução bíblica para o português é que se faz diferença usando tentação e provação para traduzir ?peirasmos? que significa experimento, tentativa, prova teste. No português a palavra tentação significa: ato ou efeito de tentar, colocar a prova; e provação significa: ato ou efeito de provar, experimentar; Portanto a diferença entre tentação e provação vem pelo contexto do trecho onde está sendo empregada a palavra, temos tentação para descrever as dificuldades que surgem onde a finalidade é nos afastar dos caminho do Senhor, e provação geralmente usada quando se refere a uma prova enviada por Deus para nos fortificar na fé, mas ambas são testes, a diferença é a origem, satânica ou divina.

Podemos ir além destas explicações, quando começamos a comparar os textos bíblicos que falam do assunto.

Comecemos com Tiago 1.13 ?Ninguém sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta.? Preste atenção que neste verso tem três vezes ?tentado? e uma ?tenta?, mas nem todas são as mesmas no grego, (peirasmos) veja o verso escrito com a palavra no grego na frente da palavra tentado e tenta: ?Ninguém sendo tentado(peirasmos), diga: De Deus sou tentado,(peirasmos); porque Deus não pode ser tentado(apeirastos) pelo mal, e Ele mesmo a ninguém tenta(peirasmos). Percebeu que quando diz ?Deus não pode ser tentado pelo mal? a palavra grega para tentado aqui é outra, (apeirastos) e significa que Deus não está sujeito ao pecado, ser experimentado ou testado pelo diabo a fim de pecar. O verso ainda diz que Deus a ninguém tenta, no sentido de fazer pecar, isso está claro no contexto, pois os versos seguintes estão mostrando que a tentação neste caso vem do próprio homem em experimentar a cobiça de seus desejos. Tiago 1.14 ?Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência.? Concluindo: Deus não pode ser tentado/experimentado para pecar, e Deus neste sentido, a ninguém tenta/experimenta, por isso ninguém que peca pode dizer que Deus o levou a pecar, pois, cada um erra por sua própria cobiça, levado por seus próprios desejos de testar para ver se dá certo, experimentar algo, e neste desejo peca contra Deus, esse é o sentido da palavra tentação usada nesta passagem.

Analisemos outra:

Em Mateus 6.13 temos ?E não nos induzas a tentação, mas livra-nos do mal, porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre, Amém.? (Versão Almeida Corrigida Fiel) aqui parece haver uma contradição com o texto acima estudado, pois pede ao Senhor para não induzir a tentação, mas cuidado, não pense assim, a Bíblia não se contradiz, vamos pensar no texto, o Senhor Jesus é que está ensinado os discípulos a orarem desta forma, pedindo a Deus para não induzir a tentação, a palavra induzir, significa: causar, incitar, fazer cair; Então o texto está dizendo que Deus pode nos levar a ser tentado? A versão da Bíblia Almeida Revista e Atualizada usa a expressão ?não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal? esta expressão parece ser melhor, mas não é, a palavra ?induzas? ou ?cair? no grego é (esphiero) e significa; trazer para dentro, introduzir, então a palavra induzir cabe melhor, porque se a palavra no grego significa: trazer para dentro, introduzir, se eu usar ?não nos deixe cair? como está na versão atualizada, fica explicito a impossibilidade do fato, quando na verdade no texto grego o sentido é para que Deus não nos introduza na tentação. Agora parece que temos um problema ainda maior, poderia Deus nos levar a ser tentado?

Como já pensamos acima Deus não pode ser tentado pelo mal e Ele a ninguém tenta, então temos que voltar ao significado no grego da palavra usada no português para tentação e provação que é (peirasmos) e significa: experimento, tentativa, teste, prova; então a palavra tentação e provação indica a mesma coisa, um teste uma prova, sendo diferenciada apenas quando o contexto indica a finalidade de tal teste, se for um teste com a finalidade de nos afastarmos de Deus ou desviarmos de seus caminhos então é vindo do mal, de satanás, mas se for um teste para nos fortificar na fé então vem de Deus note o verso: Tiago 1.12 ?Bem aventurado o varão que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam.? A palavra tentação aqui é a grega (peirasmos), poderia ser usada a palavra provação que seria o mesmo sentido, porque o contexto indica a origem do teste, portanto tentação ou provação indica um teste, saber a origem e qual a razão do teste é que faz a diferença.

Um outro exemplo: Gálatas 4.14 ?E não rejeitastes, nem desprezastes isso que era uma tentação na minha carne, antes me recebestes como um anjo de Deus, como Jesus Cristo mesmo.? Note outra vez a palavra tentação (peirasmos), mas aqui Paulo está dizendo que a tentação que veio para os Gálatas não veio por parte do inimigo Satanás, nem da parte de Deus e sim de Paulo mesmo, o apóstolo sofria uma enfermidade Gálatas 1.13, essa enfermidade o próprio Paulo diz ter sido uma tentação/teste/provação para os Gálatas devia ser algo difícil de tratar, mas está tentação/teste/prova veio para mostrar o amor destes irmão pelo apóstolo e pela obra do Senhor, o resultado foi que cresceram espiritualmente, então a tentação/teste/provação serviu de ajuda na fé. Com isso dizemos que a diferença entre tentação e provação não estão basicamente nas palavras e sim na origem e propósito. Concluindo: Deus não pode ser tentado/provado/experimentado por Satanás, e no sentido de tentar/provar/experimentar alguém para errar, Deus a ninguém tenta, Deus pode nos induzir a tentação/provação para nos fortificar na fé, para que através de nós seu nome seja glorificado, um exemplo temos em Jó 1.6-12; 2.1-7, neste caso Jó foi tentado/provado por Satanás com a permissão de Deus, então Deus permitiu uma tentação/provação na vida de Jó; A origem dos sofrimentos de Jó vieram por Satanás, mas Deus permitiu, por isso não podemos ficar presos as palavras e sim verificarmos o contexto para sabermos a diferença entre o ataque de Satanás e as Provas do Senhor.

Um outro exemplo: Abraão foi provado/testado por Deus, Gênesis 22.2-13; aqui temos uma tentação/provação que teve a origem em Deus e com a finalidade de fazer Abraão confiar ainda mais em Deus, foi um teste, e no português chamamos de provação.

Outro Exemplo: Mateus 4.1-11 a tentação de Jesus, vemos a origem satânica do teste, a finalidade era desviar o Senhor Jesus de seus propósitos divinos, isso conhecemos como tentação, mas a palavra grega em todos os casos é a mesma (peirasmos) por isso Jesus foi tentado/provado; Para sabermos a diferença precisamos olhar a origem e finalidade do teste e não apenas ficarmos apegados a palavras.

Quando o Senhor ensinou os discípulos ?não nos induzas a tentação? era o teste como o de Jó vindo da parte de Satanás com a permissão de Deus para testar a fé, isso sempre é algo terrível, e o Senhor nos ensina a rogar ao Pai que nos livre deste tipo de teste, Lucas 22.31-31 ?Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo, Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça;...? Neste verso temos o exemplo do porquê o Senhor Jesus ensinou a pedir ?não nos induzas a tentação? , este relato diz que Satanás pediu a Pedro para ser peneirado (nota: alguns pensam que Satanás queria destruir todos os apóstolos, mas neste caso o interesse de Satanás era apenas em Pedro a palavra ?vos? vem do grego ?humas? e indica ?você?.) Satanás queria destruir Pedro, ele exigiu ao Senhor que lhe deixasse testar Pedro, a palavra peneirar indica: testar a fé pela agitação interna até o limite, isso é o que Satanás pediu a Deus para fazer com Pedro, mas o que lemos é que o próprio Senhor Jesus rogou/suplicou para o livrar.

Satanás é o acusador e está diante de Deus nos acusando, e o Senhor pode permitir em nossa vida que ele nos tente/prove para mostrar que somos fiéis a Deus. O caso de Jó foi assim, e esse é o tipo de teste/prova que o Senhor Jesus ensinou orarmos pedindo por livramento.

Conclusão final: A diferença existe na origem do teste e na finalidade do teste. É preciso analisar o contexto, descobrir a origem e finalidade da tentação/provação, só então saber se vem de Satanás ou de Deus. Não fiquemos apegados apenas a palavras, mas, sim no sentido e o assunto geral onde estão sendo empregadas. De uma forma bem simples podemos dizer que tentação é o que nos afasta de Deus, e provação o que nos aproxima de Deus, mas essa é apenas uma resposta rápida, se formos levar essa explicação em todas as passagens entraremos em contradição e a Bíblia não se contradiz. Lembrando sempre que tentação e provação vêm da mesma palavra no grego então o mais correto é analisar o contexto descobrir a origem e a finalidade do teste para tirar as conclusões necessárias.

Como descobrir se o que enfrento é uma tentação/provação/teste, vindo de Deus ou de Satanás? Analise as circunstâncias, como começou, que rumo está tomando, está te afastando de Deus? Seus desejos carnais estão sendo realizados? Você está desanimado de ler a Bíblia? Está desanimado com a obra do Senhor? Deus parece estar longe? Cuidado isso são indícios dos ataques de Satanás.

Porém, se as lutas e adversidades forem muitas e sua alma chora na presença do Senhor, e mesmo quando tudo está contrário você confia em Deus, sabendo que Ele está no controle, derramando suas angustias diante do Senhor e encontra na Bíblia forças para lutar, então: ?Bem-aventurado o varão que suporta a tentação/provação, porque quando for provado receberá a coroa da vida? Tiago 1.12 Deus está preparando você para ser um instrumento em suas santas mãos. Continue...

13 comentários:

  1. Olá, passei aqui para tomar uma medicação para meu espírito. Obrigada meu Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada...eu estou voltando aos poucos a ativar o Blog...E com certeza espiritualidade é um tema que sempre se faz presente em minha vida...Mil perdões pela demora em responder o comentário...Bjos Volte sempre

      Excluir
  2. Respostas
    1. Amém, Deus abençoe a todos nós Marcio, sempre...Volte mais vezes e me desculpe a demora em responder o comentário...eu estava numa prisão forçada rsrsrs Onde todos meus passos eram controlados, agora estou livre de novo...Mais postagens, mais animo, mais vida...bjos

      Excluir
  3. Estou estudando a uma semana sobre tentação e provação, e esse estudo foi com certeza o mais esclarecedor, Deus abençoe grandemente,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão Luciana e volte sempre...irei ativar mais postagens de agora em diante...bjos

      Excluir
  4. Muito bom estarei ministrando justamente esse tema q entriga a muitos boa reflexao... Aprendi bastante

    ResponderExcluir
  5. Muito bom estarei ministrando justamente esse tema q entriga a muitos boa reflexao... Aprendi bastante

    ResponderExcluir
  6. Boa reflexao aprendi muito com as informações...

    ResponderExcluir
  7. Muito bom estarei ministrando justamente esse tema q entriga a muitos boa reflexao... Aprendi bastante

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares